o-bullying-acontece-dentro-da-mente-de-quem-sofre
Um dos maiores casos de BULLYING da história do Brasil aconteceu COMIGO e vou contar essa história aqui agora…

Em 1995, o Ministério da Saúde teve a brilhante ideia de lançar uma campanha de combate ao HIV.

3 vídeos e áudios foram veiculados em cadeia de rádio e TV no horário nobre, durante alguns dias.

Um homem aparecia dialogando com o próprio pênis + – assim:

Pênis: Hoje a gente vai pra balada e vamos nos dar muito bem! Hoje eu quero sair com duas!

Ator (muito parecido com o Latino): Calma, BRAULIO, você sabe que a gente tem usar camisinha, né?

Imagine a vida de um adolescente chamado Braulio, que chega na escola no dia seguinte do lançamento da campanha?

Ganhei vários apelidos começando com a letra P.

E percebi que tinha 3 opções:

  1. Ficar irritado e atacar as pessoas, virando quase um sociopata.
  2. Tapar os ouvidos e bancar o monge zen budista, o que me levaria provavelmente para o mundo do autismo.
  3. Entrar na zoeira, rir daquilo tudo e ter sempre uns “contra-ataques” leves.

Escolhi o 3.

Se me chamassem de PIC@, eu diria, “PIC@ das Galáxias”.

Eu fazia (e faço) piada comigo mesmo, tipo o Jô fazendo piada de gordo.

Bullying é sério e deve ser combatido.

Porém, muito do bullying acontece dentro da mente de quem sofre o bullying.

Somos o que pensamos.

Share: